Quem Somos | Central de Atendimento | Clientes

 

LiveZilla Live Chat Software

Cupim de Solo Biologia do Inseto

O cupim é um inseto predador que se alimenta basicamente de estruturas ricas em celulose, encontrada em madeira, papel, telas, tecidos, gesso e alvenaria.

Esses insetos vivem em colônias (cupinzeiros) e, a exemplo das abelhas e das formigas, são socialmente organizados: reis, rainhas, soldados e operários.

Na primavera e no outono ocorrem as revoadas que dão lugar a novos cupinzeiros. Após voarem os siriris ou aleluias, saem em revoadas, para acasalar, caem ao solo, se livram das asas, e aos pares, procuram locais apropriados para o acasalamento e a implantação de novos cupinzeiros.

Toda madeira está sujeita ao ataque de insetos xilófagos (insetos deterioradores de madeira) desde o corte da árvore até o seu uso final como móveis, batentes, portas, telhados, etc. Devido ao aumento das áreas urbanas, e a adaptação de algumas espécies de cupim de solo a esses locais, está ocorrendo um aumento significativo dos estragos e prejuízos que esses insetos vem causando à população.

Uma colônia de cupim de solo é uma sociedade bem organizada em castas de indivíduos: Rei, Rainha, Operários, Soldados, ninfas e reprodutores.

cupim de solo cicloRainha - É a principal reprodutora da colônia chegando a medir 4 centímetro, oito vezes mais que um cupim operário e de seu volumoso abdômen, saem diariamente até 80 mil ovos.
Ninfa - Uma parte das larvas se transforma em ninfas. Nesse estágio, são indivíduos brancos e moles. As ninfas podem virar um rei e uma rainha ou reprodutores secundários, que substituem o casal real quando este morre.
Operário - É a casta mais populosa do ninho, seu tamanho é em torno de 5 mm. Cego e estéril, o operário procura comida, constrói túneis, cuida da limpeza e etc.
Soldado - Com um porte maior que o operário, cerca de 6 mm, protege o ninho contra invasores. Alguns têm poderosas mandíbulas para esmagar e cortar os adversários.  A cabeça dura e volumosa pode obstruir os túneis da colônia impedindo a invasão de inimigos.
Alado - Estágio em que as ninfas ganham asas. São os siriris ou aleluias, em certas épocas do ano, saem em revoadas de até 300 metros na busca de um parceiro para acasalar. Daí criam um novo cupinzeiro e recomeçar a infestação.

 

Infestação do Cupim de Solo

cupim de solo

Os maiores prejuízos em nas residências são causados pelos cupins de solo, que podem instalar seus ninhos em qualquer ponto da estrutura do imóvel. Com grande capacidade de deslocamento, os cupins de solo são também os de controle mais difícil.

Os componentes mais atacados por cupins de solo são os portais, rodapés, forros, armários embutidos, telhado ou qualquer madeira que mantenha contato com a alvenaria. Atacam também, outros materiais celulósicos, como papel, papelão, livros e alguns tipos de tecidos.

Ainda que não se alimentem de concreto, nem de plástico, os cupins de solo desgastam esses materiais para ter acesso à madeira e derivados.

Costumam usar conduítes, tomadas hidráulicas ou elétricas, vãos em pisos e paredes como caminhos naturais que facilitam a construção de túneis, necessários à sua subsistência, conseguindo, com isso estender o alcance de seu ataque em qualquer madeira que tenha contato com a alvenaria.

Revoada do Cupim de Solocupim de solo revoada

Uma colônia madura produz alados que serão os futuros reis e rainhas, fundadores de novas colônias depois das revoadas. A revoada é conhecida pelo público em geral, principalmente na primavera e no verão (no início da estação das chuvas) quando há verdadeiras nuvens de cupins (então chamados de siriris ou aleluias ) voando em torno de pontos luminosos.

Esse fenômeno é essencialmente sazonal, relacionado com as variações climáticas da região. É durante a revoada que os pares se formam ou no vôo ou no solo. Já no solo, ocorre a perda das asas e casal começa então a procurar um local favorável, para iniciar um novo ninho. Aí estabelecidos, ocorre a primeira cópula e começa forma uma nova colônia.

Galeria de Imagens

 

 

Central de Atendimento - Ligue Grátis - 0800.701.4022 | Central de Vendas - (21) 2504-5525 | Reclamações - sac@tamandua.com.br

Horário do Atendimento via Telefone ou Chat : Segunda à Sexta das 8:00 hs às 18:00 hs / Sábado das 8:00 hs às 12:00 hs - exceto feriados

Avenida Paulo de Frontin, 600 - Rio Comprido, Rio de Janeiro - RJ - 20261-240

 

 

 

facebook  twitter  inea